FAQ

Você Sabia?

Você sabia que através da diversificação você consegue maior retorno nos seus investimentos com menor risco?

Dúvidas/Questões Importantes

Tire suas dúvidas sobre family office e mercado financeiro

  • O que é um Family Office?

    Um Family Office pode ser descrito como uma entidade que presta suporte às complexas necessidades inerentes às famílias de alto poder aquisitivo, coordenando e organizando os mais diversos assuntos que envolvem o patrimônio familiar.

  • Além da alocação dos recursos financeiros, quais outros serviços um Family Office oferece?

    Aconselhamento financeiro, consolidação dos ativos no Brasil e no Exterior, planejamento sucessório e administração do Trust, planejamento tributário, contabilidade, planejamento filantrópico, serviços pessoais e educação familiar, administração de informações e documentação e pagamentos

  • Preciso abrir uma conta na Turim para virar cliente?

    Não. A Turim atua como diretor administrativo financeiro das famílias, representando o cliente no relacionamento com os Bancos e demais parceiros de investimento. Para tal, o cliente assina com a Turim o contrato de prestação de serviços.

  • Meus familiares terão acesso às informações referentes a meus investimentos?

    É opcional e previamente acordado com todos os familiares no momento da contratação dos serviços da Turim.

  • Consigo visualizar meus investimentos de forma consolidada?

    Sim. Assim tanto o cliente quanto a equipe da Turim consegue ter uma visão global do portfolio, o que facilita na decisão do montante que poderá ser comprometido com cada estratégia de investimento, eliminando riscos de concentração em determinados ativos.

  • As movimentações financeiras serão realizadas via Turim?

    Preferencialmente sim, pois além de facilitar o controle para consolidação dos ativos permite que a equipe da Turim verifique qual é o produto ideal a ser resgatado, por exemplo.

  • O que é um Trust? Pra que serve?

    É um documento entre duas partes, onde uma parte (o detentor dos ativos) entrega à outra (o Trustee) o poder de deter a propriedade dos ativos para o benefício de uma ou mais partes, conhecidos como beneficiários. Normalmente quem entrega os ativos é o Primeiro Beneficiário. É muito utilizado para definir a herança de ativos no exterior. A jurisdição brasileira não reconhece o Trust.

    O Trustee é o proprietário legal dos ativos do Trust, mas os mesmos são mantidos em favor dos Beneficiários.
     

  • A Turim possui veículos de investimento próprio?

    Não, salvo exceções para viabilizar investimentos específicos.

  • Existe alguma forma de controlar os saques do fundo familiar?

    Sim. Existem mecanismos que possibilitam o controle ou até mesmo a limitação de determinadas quantias pré-estabelecidas para resgate.

  • Qual a forma de remuneração da Turim? Qual periodicidade?

    A Turim é remunerada única e exclusivamente pelas famílias, não aceitando rebate dos Bancos ou outras instituições financeiras, sendo assim, não existe qualquer tipo de conflito de interesse. As famílias remuneram a Turim por meio de pagamento de taxa de administração e prêmio por performance.

  • As movimentações financeiras serão realizadas via Turim?

    Preferencialmente sim, de forma que possamos controlar os saldos nos investimentos e nas contas correntes.

  • A minha conta do dia a dia é a mesma dos meus investimentos?

    Não, inclusive recomendamos que não seja a mesma por motivos de segurança.

  • O que é um Fundo Exclusivo?

    Possui todas as características de um fundo de investimento tradicional, porém são estruturados para atender um único cotista ou número restrito de cotistas que possuem objetivos de investimento em comum, normalmente uma família.

  • Quais são as vantagens do Fundo Exclusivo?

    Vantagem Tributária – No fundo exclusivo as movimentações ou realocações entre os fundos investidos são isentas. O pagamento de imposto de renda só acontece no momento do resgate para pessoa física.
    Compensação automática de IR – A base para cálculo de imposto de renda leva em consideração tanto os ganhos e quanto as perdas obtidas pelos investimentos no período. Assim, o imposto de renda incide sobre a rentabilidade do produto, que no caso é o fundo exclusivo.
    Facilidade Cadastral – Ao invés de usar o CPF do investidor, utiliza-se o CNPJ do fundo exclusivo, evitando que um grande número de pessoas tenha acesso às informações do investidor.
    Confidencialidade – Privacidade do cotista é mantida, pois as instituições destino dos investimentos visualizam apenas o CNPJ do fundo exclusivo.
     

  • Tem como eu saber qual o valor máximo que posso sacar para que meu dinheiro dure para sempre?

    Sim. Após estabelecidas algumas premissas de rentabilidade, inflação e valor investido, conseguimos estimar o resgate máximo periódico de forma que o dinheiro investido dure para sempre em termos reais.

  • Posso beneficiar um filho com doações em vida e no testamento em detrimento de outros?

    Pode desde que respeite o limite mínimo estabelecido por herdeiro conforme disposto no livro V – Do Direito das Sucessões do Código Civil Brasileiro de 2002.

  • Na minha falta meu cônjuge e meus filhos vão ter problemas de caixa?

    Depende. Se seus herdeiros já dispõem de liquidez não haverá problema. Caso contrário, você necessitaria de ter um seguro de vida ou investimentos em previdência.

  • Qual a melhor estrutura societária para meu family office?

    É a combinação das melhores pessoas trabalhando estimuladas e visando resultado. Esta estrutura é obtida quando o family office é estruturado no modelo de partnership.

  • Faz diferença se meu family office é ligado a um grupo financeiro?

    Sim, pois quando ligado à um grupo financeiro sempre há a possibilidade de conflitos de interesse.

  • Meu family office vai me vender produtos?

    Não. O seu family office deve comprar e não vender produtos.

  • O tamanho e quantidade de clientes no family office influencia na qualidade do serviço?

    Seu family office não deve ser nem pequeno suficiente para não conseguir reter os talentos, nem tão grande a ponto dos serviços deixarem de ser customizados.

  • Seu family office deve estar preparado pra te ajudar em investimentos internacionais?

    Sim, no mundo globalizado onde acontecimentos em determinados mercados influenciam a economia e mercados de outros é imprescindível que a liquidez da família seja investida com viés global.

  • Previdência é um bom investimento?

    Apesar de algumas limitações da regulamentação específica, os ativos investidos por fundos de previdência são essencialmente os mesmos dos fundos de investimentos tradicionais. Os fundos de previdência distribuídos para o varejo têm custos mais elevados, porém, por meio de veículos exclusivos, é possível negociar taxas comparáveis aos fundos de investimentos. Inclusive, a Turim fez o primeiro fundo exclusivo de previdência no Brasil.

  • Meu family office pode ajudar na educação financeira de meus filhos?

    Sim, pois mais importante do que receber a herança é estar preparado para administrá-la.

  • Meu Family office tem capacidade de coordenar meus diferentes assessores?

    Seu family office deve ser capaz de coordenar todos os assessores necessários para a manutenção do patrimônio familiar, entre eles: advogados, contadores, auditores, seguradoras, bancos, assets entre outros.

  • Quais são as vantagens de um Multi Family Office?

    O family office deve ser capaz de remunerar seus colaboradores de forma a reter os melhores talentos, prestar um serviço personalizado mas com conhecimento abrangente, negociar custos menores devido a sua escala e desenvolver um relacionamento com os diversos agentes do mercado financeiro.

  • Quais são as desvantagens de um Uni Family Office?

    A dificuldade em remunerar seus colaboradores competitivamente prejudica a retenção dos melhores profissionais, a negociação dos melhores custos é dificultada além da impossibilidade do uso de conhecimento adquirido em múltiplas situações apresentadas por diversas famílias

  • Como a Turim controla meus investimentos?

    O family office acompanha o investimento desde o momento da sua análise, passando pelo investimento, controle de execução, confirmação da liquidação, conferência dos extratos dos bancos até a sua consolidação no extrato personalizado pelo sistema desenvolvido internamente.

  • Como um family office consegue manter a confidencialidade de seus clientes?

    Através de baixa rotatividade de colaboradores, que assinam contrato de confidencialidade para com a empresa e seus clientes, sistemas de informática desenvolvidos internamente, fundos exclusivos e processos bem delineados.

  • Family office tem capacidade de analisar quais riscos financeiros estou correndo?

    Deve ser analisado o perfil de investimento do cliente comparado aos ativos que compõem a carteira, utilizando de métodos quantitativos e qualitativos para verificação de adequação.

Agência de Marketing Digital RJ